A melhor dica que posso dar a estagiários

No período em que trabalhei na Just Works, exerci também a função na área de recrutamento, seleção e a parte de gestão de vários estagiários que passaram por lá. Recentemente conversei com alguns amigos que agora fazem o mesmo processo em empresas diferentes e tenho notado exatamente os mesmos problemas. O mais interessante de tudo isso é que já faz quatro anos que trabalho com softwares para a área médica, o que me levou a conhecer um pouco melhor esse ambiente e adivinha? Algumas dificuldades que são encontradas com novos profissionais ou estagiários na área de marketing e design são também encontradas nos residentes e staff na área médica. Ou seja, há uma grande chance dessa dica servir para todas as pessoas que estão começando sua carreira profissional, independente da área em que atuam.

Todas as dicas que você vai ler por aí são válidas e muitas até óbvias. Como por exemplo, seja proativo, pontual, conheça bem a empresa, entre outras. Mas a dica que quero deixar hoje para vocês é a seguinte: seja humilde. Apenas isso.

Algumas pessoas têm a tendência de associar humildade com situação financeira. Uma coisa não está relacionada à outra. Segundo o dicionário, humildade é “Virtude caracterizada pela consciência das próprias limitações; modéstia, simplicidade.” Portanto, enquanto falamos de humildade, não estamos falando de pessoas pobres ou com pouco poder aquisitivo.

A falta de humildade acontece independente do tempo de experiência do profissional. Então, porque essa dica é focada para estagiários ou profissionais no início de carreira? Pelo simples fato de que aparentemente esse tipo de atitude está mais recorrente com os novos profissionais.

Ser humilde nos permite não somente sermos melhores profissionais, mas melhores pessoas. Quando entendemos que não temos todas as respostas e não somos donos da verdade absoluta, isso nos possibilita enxergar novas possibilidades e opções para problemas simples do dia a dia.

Geralmente quem trabalha com criação, tem certa predisposição para tratar seu trabalho como uma obra prima (mesmo que seja uma newsletter), isso dificulta a possibilidade de dar um feedback que não seja 100% positivo. Porém, se este profissional for humilde, ele ouve, avalia e considera o feedback, porque ele entende que seu trabalho está sujeito a melhorias. E o mais importante, lembre que essas melhorias possam vir de pessoas inesperadas.

O cliente não sabe o que é bom para ele
É comum você ouvir “O cliente não sabe o que é bom para ele.” Essa frase já foi utilizada se referindo a clientes que estão a mais 30 anos no mercado e são detentoras de grande sucesso em sua respectiva área. Veja bem, não quero dizer que designers, publicitários e qualquer outro profissional não tenha mais conhecimento que seu cliente na área em que são formados ou estão estudando ainda. O que quero enfatizar é que esse tipo de atitude que coloca o cliente como desinformado e nos coloca como os únicos conhecedores do que é bom pra ele ou não, pode criar certas barreiras para um bom desenvolvimento do trabalho.

Porém, se tivermos humildade para aceitar que as pessoas podem nos surpreender e nos ensinar sempre, independente da escolaridade, formação, idade, se é seu cliente, ou qualquer outra característica que tenha a sua mente, podemos ser ótimos profissionais, criar grandes soluções e sermos boas pessoas.

Um adendo muito importante
Ser humilde não é ignorar ou anular seu ponto de vista ou o que você acredita. Ser humilde no ambiente profissional é assumir sua responsabilidade de fazer um trabalho de excelência e para isso você precisa estar aberto a considerar críticas da mesma maneira que você considera os elogios. Isso não significa que tudo o que te falarem será aceito, mas sim ouvido com sincero interesse de aprendizado.

Segundo Simon Sinek, pessoas humildes são as últimas a falar. Isso porque elas já ouviram o que os outros tinham a dizer, não porque elas querem defender por último seu ponto de vista ou seu trabalho, mas simplesmente porque elas têm um genuíno interesse no que os outros têm a dizer. Isso revela humildade. Isso revela a qualidade de bons profissionais.